30 out 2012

1º grande crise


Queridas mamães hoje vou falar um pouco da grande crise que estou vivendo e gostaria de compartilhar com vocês para saber se eu sou a única, pois tenho me sentido tão culpada e sinceramente gostaria de aproveitar minha gravidez de um jeito melhor…

A primeira pergunta que não quer calar é quantos por cento das mulheres que estão grávidas passam bem durante a gravidez? Quantas adoram estar grávidas? Quantas se acham bonitas?

Sempre fui uma mulher muito ativa, pedir para alguém segurar as minhas compras, carregar minhas malas ou até mesmo me ajudar a fechar a sandália nunca havia imaginado. Ter vontade de me deitar o tempo todo, esquecer as palavras, comer e ficar empanzinada e se ficar de gula então e resolver comer 2  pãezinhos ao invés de um esquece, pois a noite vai ser longa…. Atividades tão corriqueiras do meu dia-a-dia, hoje em dia tem sido um grande transtorno. Sempre que vou ao meu obstetra o Dr. Luis Fernando Aguiar ele fala, – “Fernanda você não está doente, mas conscientize-se de que está grávida e tudo isso pelo o que você está passando é normal.”

Estou muito feliz por estar gerando o meu primeiro filho nem tenho palavras para descrever o quanto me sinto realizada, no entanto concomitantemente com este sentimento de amor eterno tenho sentido um grande desgosto ao me olhar no espelho. Sabe aquela sensação de que nada fica bem? Você coloca roupas largas, escuras, estampadas, lisas, shorts, batas  mas infelizmente ao final tem sempre a mesma sensação que nada ficou bom e que você está parecendo uma pata.

Como muitas devem saber acabei de voltar dos Estados Unidos, fui para Nova Iorque comprar o enxoval do Bernardo e a tarefa de estar bem vestida numa cidade pulsante e que acima de tudo respira moda não foi fácil. Primeiro porque qual mulher quer andar pelas ruas de NYC se achando uma jeca? NENHUMA!!!

Embora as dificuldades existissem sempre optava por roupas mais larguinhas e que não marcassem tanto a silhueta.

Em meio a esta crise fui em duas lojas especializadas em roupas para gestante a GAP Maternity e a DESTINATION MATERNITY. Esta segunda é um verdadeiro paraíso, primeiro pelo atendimento VIP que você recebe lá dentro, tem sempre uma atendente ao seu lado para lhe aconselhar com o modelo da roupa e segurá-la para você, eles oferecem água, suco, sanduíches ou cereais para as mamães ficarem a vontade, fora o mix e variedade de produtos que preenche qualquer closet em todas as estações do ano.

Veja abaixo algumas peças que comprei e me digam sinceramente eu sou a única a passar por isso???

Bjo, bjo

Looks Inspiracionais

Agora eu ;-))

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

7 Comentários

  1. Décio Berman disse:

    Fefe,
    Quando seu filho chegar, terá a recompensa. Muito maior que você imagina.
    Importante que venha com saúde e,ele virá.
    Um bj e parabéns pelo blog.

  2. Simone Dias disse:

    Oi Fernanda! Estou procurando algumas inspirações pra me vestir melhor, e achei seu blog. Estou em minha segunda gravidez, e como na primeira, tem dias que me sinto ótima e outros nem tanto. Como meu primeiro filho tem dois anos e é um espoletinha, ás vezes eu não penteio nem o cabelo, imagina como posso me sentir quando alguém me convida pra uma festa e eu além de todas as coisas da rotina ainda tenho que peregrinar pra comprar uma roupa de festa de grávida! O que eu posso te dizer é que a emoção te ser mãe e olhar nos olhos do seu bebê pela primeira vez, vão te fazer esquecer todos os probleminhas desses nove meses. Uma dica que eu deixo pra todas as minhas amigas grávidas é pra junto com o enxoval do bebê, providenciar algumas peças novas, confortáveis e bem femininas pra serem usadas após o parto, porque aí sim, nos primeiros meses do bebê, com o nosso corpo em total transição pra voltar ao normal, comprar roupas é algo difícil demais, e a última coisa que a gente vai querer é colocar as roupas da gravidez! Saúde pra você e sua família! Simone

    • Fernanda Rocha disse:

      Obrigada, Simone

      Não tenho dúvidas que ao olhar o Bernardo nos olhos e pegá-lo em meu colo todos os inconvenientes da gravidez vão virar nada.

      Beijos,

      Fernanda

  3. Iza Garcia disse:

    Muitas mulheres se sentem assim, Fê. É muita mudança para um período tão curto de tempo… eu mesma, que me achava LINDA grávida (mesmo estando super acima do peso! KKK!) batia a barriga na porta e outros lugares o tempo todo porque não tinha a consciência corporal necessária… esquecia que estava grávida e tal.
    Mas tente pensar menos nisso, Fê. Vc está linda grávida… e vai passar tão rápido que vc vai sentir muita saudade dessa fase.
    Beijos
    Iza

  4. Jandi disse:

    Oi Fernanda, estava procurando looks para gestante e encontrei seu blog. Ja estou seguindo o insta tambem. Adorei.
    Me identifiquei muito com seu post. Eu venho de uma familia de seis mulheres, minhas irmas mais velhas tem corpo lindo, mas brigam diariamente para mante-lo. Eu sempre fui a mais magra e sempre fiz questao de ter cintura fina e ser magerrima…Minha inspiracao corporal e’ a Carolina Ferraz, pra voce ter uma ideia..rs.
    Estou de 20 semanas a espera de Alice e ja engordei quatro quilos. Nao vejo mais cintura nenhuma e sinto dificuldades para amarrar o tenis.
    Me sinto culpada por ficar 15 minutos com a perna erguida e por isso, trabalho igual uma doida o dia todo (detalhe, como voluntaria em uma pesquisa na universidade, so para nao ficar em casa).
    Eu moro na Inglaterra e tambem vejo as loiras lindas e magras o dia todo passando na minha frente.
    Quando reclamo de estar gorda ou me sentindo mal as pessoas (e ate minhas irmas) me olham com reprovacao, como se fosse minha obrigacao ter aquele brilho lindo nos olhos, a pele maravilhosa e aquela beleza unica que sempre me diziam que gravida tinha…cade??? rs.
    Eu adorei seus looks, mas tudo fica lindo de salto e nao consigo usar por muito tempo. Jurei que nao vou usar bata com leging…meu marido nao merece…kkk.
    Acho que todas as roupas de gravida parecem de velha e so acho bonita gravida a Gisele…rsrsr…
    Mas vamos la, comprei maquiagens novas ontem, talvez isso ajude….rs.
    Obrigada por permitir estes desabafos..Beijo carinhoso.

    P.S.: Desculpe a falta de acentos.

    • Fernanda Rocha disse:

      Jandi, este espaço é nosso fico muito feliz que se sinta a vontade de fazer seu desabafo aqui! Ter filho é uma maravilha, estou completamente apaixonada, mas quem falou que gravidez é bom mentiu para mim não foi nada fácil.

      Uma dica é, ao invés de comprar roupas de gravida compre poucas, mas aquelas da estação um ou dois números maiores que o seu, eu fiz muito isso, a Zara virou minha melhor amiga ;-)

      Beijos e que seu filhote venha repleto de saúde.

      Fernanda

Deixe seu comentário