03 out 2014

Organizando o armário do seu pequeno (a)


O armário infantil deve ter espaço para pendurar roupas, gavetas e prateleiras como o dos adultos, só que em proporções menores, adaptado ao tamanho das roupas dos bebês.

Mas um bom projeto para o móvel não basta. É preciso organização para que ele fique funcional.

Antes do bebê nascer, arrume o armário separando as roupas por tamanho e tipo. Por exemplo, deixe as peças RN à vista e guarde as roupinhas maiores, que ele vai usar dentro de alguns meses, nas prateleiras mais altas ou no fundo das gavetas.

Deixe as roupinhas do dia a dia, macacões, camisinhas pagão e casaquinhos nas gavetas e prateleiras de mais fácil acesso. Dessa forma, você não vai precisar se agachar ou se esticar toda para alcançar a roupa no alto no armário enquanto estiver trocando o bebê.

Use caixas sem tampas dentro do armário para guardar fraldas, babadores e paninhos que precisam estar sempre à mão.

As roupas mais delicadas, com rendas, babados, fitinhas e as engomadas, podem ser guardadas no armário dentro de sacos de tule ou outro material furado. Assim, elas ficam protegidas da poeira e ao mesmo tempo arejadas e livres de bolor e manchas.

Conforme o bebê for crescendo, dispense as roupas que não cabem mais. Elas precisam dar lugar para as novas que vão chegar. Nos primeiros meses de vida, a rotatividade de roupas é grande e você precisará fazer arrumações com freqüência para manter o espaço organizado.

Lembre-se que todas as roupas do bebê devem ser guardadas em um local limpo e arejado.

1

2 3

4

5

6

7

 


01 out 2014

Dia das Crianças vem ai


Mamães o dia das crianças está chegando e precisamos pensar numa lembrancinha para nossos pequenos. Na Espanha tem uma loja que eu AMO que é a Imaginarium, veja mais sobre ela aqui, e tem cada brinquedo incrível e dos mais variado possível. Quando eu estive lá eu trouxe alguns para o Bernardo que ele adora, veja algumas das minhas escolhas.

Bjo, bjo

a a1

a1

aa

aaa aaaa

 

aaaaaa a1

a


29 set 2014

Geração Alpha, como educá-los?


Vocês já imaginaram como será a vida da geração dos nossos filhos? Para mim era super claro que eles são muito mais desenvolvidos e tecnológicos que nós, pois desde que nasceram já têm acesso a celular, Ipad, etc. Mas eu nunca tinha parado para pensar no impacto que isso pode ter na vida deles.

Acabei de ver o documentário feito pela Heinz papinha chamado Alpha a nova geração.  O documentário é sensacional e TODAS as mães deveriam assistir para abrir um pouco a mente e refletir em novas maneiras de como educar nossos filhos.

A nova geração que o documentário aborda é a “Geração ALPHA”, crianças nascidas a partir de 2010 imersas nas tecnologias digitais no cotidiano. O filme aborda temas do dia a dia daqueles que têm contato com essa geração, que está cada vez mais ativa, independente e adaptada às diversas tecnologias.

A grande questão que surge é o desafio para os pais e professores de como educar essa geração, que não se contenta mais com os meios tradicionais de ensino e também desafia antigos paradigmas. O acesso à informação é totalmente diferente do que foi em gerações anteriores e, consequentemente, a abordagem educativa deverá ser outra. Mas qual?

Gravado em São Paulo, o documentário conta com a participação de especialistas e pais que tentam responder a essa pergunta. Todos os entrevistados falam de suas experiências de como lidar com a geração Alpha. Informações sobre as demais gerações (geração X, pessoas nascidas entre a década de 60 e 70; geração Y, pessoas nascidas na década de 80 e geração Z, pessoas nascidas na década de 90) também são citadas no documentário.

Vale MUITO a pena conferir, todas as mamães deveriam assistir! Cliquem no link abaixo para assistirem ao documentário e, e se quiserem compartilhar com outras amigas mães, cliquem AQUI.

Bjo, bjo

 

aa


29 set 2014

Coisas que só mamães entendem


carinho 3

Olá mamães, existem alguns comportamentos que antes de nos tornarmos mães nós tínhamos, inclusive na maioria das vezes julgávamos nossas amigas e outras mamães, mas nada melhor do que a experiência para aprendemos que as coisas nem sempre caminham do jeito que idealizamos, não é mesmo? Tenho certeza de que você vão se identificar!!

Vamos à lista das  coisas que a gente só entende depois que vira mãe:

Por que o salto alto sai do guarda-roupa.

Por que ficar em casa, num sábado à noite, pode ser o melhor programa do mundo.

Por que algumas famílias têm babá.

Por que algumas mães abandonam carreiras promissoras.

Por que nossas mães sempre foram tão preocupadas.

Por que todos sempre repetiam o mantra “aproveite para dormir agora, aproveite para dormir agora”.

Por que as prioridades mudam (e radicalmente).

Por que passamos a ver o mundo de outra forma.

Por que dormir vira o melhor programa do mundo.

Por que uma viagem de um final de semana pode se tornar uma epopeia.

Por que a gente pensa duas vezes antes de aceitar qualquer convite.

Por que ir ao supermercado pode ser o programa do mês.

Por que acordar às 8h da manhã é motivo de comemoração.

Por que tomar café da manhã na rua se torna o programa da família.

Por que ler um livro inteirinho vira meta de ano novo.

Por que o tempo começa a passar ainda mais rápido (muito, muito, muito mais rápido).

Por que maquiagem e cosméticos ficam esquecidos na gaveta (pelo menos por um tempo).

Por que ir ao salão de beleza vira evento social.

Por que o nosso corpo muda, mas a nossa alma muito mais!!!!

Bjo, bjo

 

Fonte: Justrealmoms


26 set 2014

Decor, Baby room


Mamães, sempre que falamos de decoração de quartos infantis é um prazer. Esta semana achei uma referencia que confesso fiquei em dúvida se gostei ou não. No geral acho que o quartinho da pequena Fiona tem cara de babyroom, mas vc´s não acham que esta parede de tijolo aparente é muito pesada para um quarto de bebê?

O que vc´s acharam?

Bjo, bjo

 

 

Fiona

Fiona2

Fiona3

Fiona 5

Fiona 4

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Página 10 de 246« Primeira...89101112...203040...Última »