09 fev 2014

Maternal X Profissional, o que escolher?? Diário de bordo


AA

Mamães, há mais ou menos duas semanas estou passando por um grande impasse na minha vida profissional. Trabalho há 7 meses no marketing da operação de uma grande marca para o mercado de ferramentas, a empresa é uma start up mas tem grande potencial de crescer, mesmo porque estamos falando de uma operação global e não apenas do mercado nacional.  Gosto do trabalho, o desafio de lançar uma marca num mercado extremamente conservador e tradicional como o de ferramentas me faz sair fora da caixinha todos os dias, em busca de soluções que façam a diferença.

Embora o trabalho tenha pontos positivos, lá eu trabalho como PJ, isso quer dizer nada de segurança e benefícios!!  Há 10 dias aproximadamente um antigo chefe que assumiu uma diretoria de operações e novos negócios de uma grande multinacional aqui do Brasil, entrou em contato comigo me chamando para participar de um processo seletivo. Embora estou trabalhando este tipo de convite mexe com a gente e claro que eu fui. Foram 3 fases, com prova de lógica, entrevista com o RH e por final com o VP da empresa. Sem muitas expectativas, numa bela segunda-feira me ligam e falam que fui selecionada para a vaga.  De uma hora para outra tudo mudou, embora tenha ficado muito feliz, o novo nos assusta, principalmente quando estamos falando de um cargo de extrema responsabilidade, dedicação.

Como muitas de vc´s sabem meu filhote acabou de completar um ano, eu que sempre coloquei minha carreira em primeiro lugar me vi questionando algo tão óbvio pelo medo de não ter mais tempo para me dedicar ao meu filho. Sair de casa todos os dias pela manhã e voltar a noite, me mata… Tem dias que no meio do expediente tenho uma saudade tão grande que até a concentração fica difícil. Engraçado como a vida dá voltas, antes do Bernardo nascer, eu nunca entendi como algumas mulheres com carreiras tão promissoras, podiam abandonar tudo por causa da maternidade, porque não tentar conciliar?? Mas como o mercado e as grandes corporações vão entender, ou melhor, aceitar um funcionário que se dedica pela metade porque faz questão de participar do desenvolvimento de seus filhos.

E é nesta sinuca de bico que me encontro, continuar onde estou pois, embora sem grandes benefícios e segurança, tenho a flexibilidade de poder estar mais presente ou encarar este novo desafio e voltar para o mercado corporativo com todos os benefícios, mas tendo que ter sangue nos olhos para conseguir matar um leão por dia?

Mamães me ajudem, o que eu faço???

Conto com o apoio de vocês,

Bjo, bjo


13 fev 2013

Diário de Bordo – Bernardo, nasceu ;)


Mamães, muitas de vocês seguidoras assíduas do Blog devem estar se perguntando o que aconteceu, que tem quase duas semanas que eu não posto nada. Bem primeiramente meu pedido de desculpas, mas foi por uma ótima causa, meu pequeno Bernardo veio ao mundo dia 31/01 as 23:46. – Vou contar um pouco da loucura que foi o nascimento dele para vocês.

Como eu havia mencionado no post do dia 30/01, eu estava fazendo o monitoramento frequentemente e naquela semana eu havia ido na segunda e teria que voltar no dia 31/01 onde eu teria o exame de Ultrassom com Dopller e iria para o Dr. Luís Fernando fazer o monitoramento cardiaco. Para não passar pela agonia que tinha sido o último exame eu fiz tudo como manda o figurino naquela quinta feira. Acordei as 09:00, tomei uma vitamina de frutas, comi um pãozinho na chapa,  fui para piscina andar como meu médico sempre me pedia. Embora a água da piscina estivesse GELADA eu dei as 25 voltas. Na hora do almoço comi mais leve e fui para o Fleury. Lá tudo ótimo o Be estava engordando, o líquido aminótico tinha aumentado apesar da placenta ter passado para grau 3 de maturação, o que para o período da gestação que eu estava era super normal.

Feliz da vida com o resultado do exame, fui para a monitoragem, antes comi 3 chocolatinhos para deixar o Be a todo vapor e ver o batimentos do meu pequeno em excelente estado. Nesta consulta pedi para meu marido me acompanhar, chegando lá me pesei, fiquei até feliz pois havia perdido 600 gramas mesmo ele tendo engordado. Nos primeiros momentos os batimentos iam muito bem entre 135 e 128 bpm… Mas uns dois minutos antes do meu médico entrar na sala, tudo mudou e os batimentos começaram a cair muito… Dr. Luís que sempre brincava entrou na sala e vendo o equipamento, começou a me examinar e a consultar os últimos resultados. Foi então que ele disse É HOJE!, eu e o Eduardo achamos que era brincadeira, mas não era. Dr. Luís falou vão para casa arrumem as coisas e nos encontramos no hospital em 3 horas.

Iphone DUDI 10.02.13 1324

Imaginem meu desespero, nem as roupas do Be eu havia passado,os marceneiros estavam em casa entregando os móveis do quarto dele que ainda não tinha a poltrona, o enxoval e etc… Como não adiantava mais estressar liguei em casa pedi para minha secretária ir passando as roupinhas dele + fraldinhas + mantinhas, chegando em casa arrumei minha mala com três pijamas roupas íntimas e um vestido para a saída da maternidade. Arrumei a dele com os 6 belos kits todo combinandinho que eu fiz, fugi para fazer as unhas, afinal não dava para ter meu primeiro filho com a unha vermelha toda descascada, peguei a câmera fotográfica, documentos e algumas lembrancinhas e fui para o hospital.

Chegando lá fiz o check in fui para o apartamento, com o coração acelerado. Graças a Deus deu tudo certo e meu pequeno príncipe veio ao mundo naquela feliz quinta feira as 23:46 da noite. Nasceu lindo e saudável e embora tudo estivesse em total desordem a única coisa que realmente importava estava muito bem e nos meus braços.

Como fiquei no hospital até segunda, quando cheguei em casa grande parte das coisas dele já estavam arrumadas. Meu marido me levou fotos e vídeo do quarto para eu ver como tinha ficado o quartinho que eu bolei com tanto carinho.

Esse texto todo é só para dizer que embora eu esteja super em falta com vc´s leitoras o motivo é mais do que especial.

Depois mostrarei foto do quartinho dele e muito mais.

Bjo, bjo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...